Semanas

Parto

10 dicas para perder o medo do parto

Dicas para perder medo do partoQuanto menos dor sentir, melhor o seu corpo estará preparado para o momento tão esperado – o do nascimento do seu filho. Perder o medo do parto é possível!

O medo da dor faz com que os músculos estejam mais tensos e produz uma resposta fisiológica – mais suor e mais palpitações.

Mas, se o seu temor e, por conseguinte a dor, forem reduzidos, mais o seu útero poderá funcionar normalmente.

Por outro lado, muitas mulheres manifestam o receio de que o bebê sofra. Para que tudo corra bem é essencial que você tenha confiança no seu médico, no progresso da medicina e, acima de tudo, que o seu corpo esteja naturalmente predisposto para o nascimento.


1. Aprender. Você deve conhecer cada etapa do trabalho de parto, aprender a distinguir entre as contrações reais, das falsas e saber se necessita ou não de praticar uma cesariana. Deve se informar sobre as complicações mais comuns do parto e saber quais as soluções possíveis para cada caso. Desta forma, ganhará uma maior consciência do seu corpo e não terá qualquer dúvida de que está pronta para dar à luz o seu filho.

2. Comunicação. Você pode pedir ao seu médico algumas dicas e discutir o assunto com outras mulheres grávidas. Compartilhe seus temores com o seu parceiro, família e amigos.

3. Não seja pessimista, porque você sabe que tudo está bem. Fora da paranóia! Os testes de diagnóstico pré-natal,  análises e exames ultrassonográficos que você faz durante a gravidez são seguros. Apenas 3% dos recém-nascidos têm um problema.

4. Prepare-se fisicamente. Você deve ser exercitar, principalmente, os músculos das pernas e das nádegas. Isso vai ajudar a se preparar para o nascimento.

5. Responda a todas as suas dúvidas sobre a epidural. É importante  recolher informações sobre a anestesia epidural, uma boa opção se você quiser aliviar as dores durante o parto.

6. Seja otimista. Está provado que as mulheres mais pessimistas são as que têm partos mais dolorosos. Por outro lado, se você pensar positivamente, a experiência de dar à luz vai ser mais fácil de suportar. Se tiver esta atitude, o seu corpo vai registrar a libertação da ocitocina, um hormônio que ajuda a esquecer a dor.

7. Seja forte e realista, se a situação piorar. Se algo der errado, você tem de assumir a ideia e se esforçar ao máximo, pensando que em breve terá seu bebê no seu colo.

8. Perca o medo do parto prematuro. Se o seu filho está à frente, mantenha a calma e confie plenamente que o seu médico vai fazer o que for melhor para você e para a criança, seja ao estimular a libertação de ocitocina para incentivar as contrações, ao provocar a cesariana ou escolher outra alternativa para extrair a criança. Apenas 10% de todos os nascimentos ocorrem antes do previsto.

O parto prematuro é aquele que ocorre antes de 37 semanas de gestação. Hoje em dia, os bebês que nascem ao fim de 30 semanas de gestação têm muitas chances de sobreviver. Você só tem que manter um controlo apertado no centro de incubação para evitar determinados riscos de saúde. Mesmo que seja difícil deixar seu bebê no hospital, você deve pensar que esta será uma melhor solução e que ele estará em boas mãos.

9. Relaxe, não se esqueça de suas aulas de preparação. É difícil ficar bloqueada. O que você aprendeu nas aulas sairá de modo natural. Se você entrar em pânico, siga as indicações do ginecologista e da parteira.

10. O segredo está na flexibilização. Você precisa aprender a relaxar e poupar a sua energia para o momento do parto. Se você não assistiu a um número suficiente de aulas de preparação, pode sempre se inscrever em classes de ioga, natação ou outras modalidades que ajudem a relaxar. Se controlar os nervos e receios, a sua entrega durante o parto será muito melhor.

or

Forgot your details?